A situação das pescas no Príncipe em destaques nas Jornadas Regionais

 Presidente Tó Zé Cassandra faz abertura de Jornada Regional de Pescas

Presidente Tó Zé Cassandra faz abertura de Jornada Regional de Pescas

Príncipe, 27/04/2012 – Cerca de 50 pescadores e palaêis e técnicos da área reuniram no Centro Cultural do Príncipe para  Jornadas Regionais  de Pescas com objectivo de discutirem a situação das pescas no Príncipe.

Extração de inertes, desflorestação, captura de peixes juvenis e na fase de desova, urbanização aleatória nas zonas costeiras, concentração dos pescadores na mesma zona pesqueira, carência de pescado no mercado, uso de artes não selectivas, uso de dinamites, pescadores e palaêis desprovidos de segurança social, uso de práticas impróprias de pescas no Príncipe, foram os assuntos mais pertinentes abordados nesta jornada de reflexão sobre Pescas no Príncipe, actividade esta que antecedeu o leque de programação das actividades alusivas a 17º aniversário da Autonomia do Príncipe que se assinala no dia 29 de Abril.

Segundo o presidente do Governo Regional, Tó Zé Cassandra que fez abertura desta jornada disse que há quatro anos que se vem tentando organizar o sector das pescas no Príncipe, entretanto, constatou que os problemas persistem.

“Esta jornada é importante para reflectirmos sobre este sector que representa cerca de 6% do PIB nacional e recolhermos subsídios e recomendações que visam melhoria e encontrar soluções para esses problemas identificados e um novo modelo que dinamize o sector das pescas”, disse o presidente  Tó Zé Cassandra.

Pecas é um sector que ocupa cerca de 15% da população activa correspondente a de 2. 400 pescadores e  3.000 palaêis de peixe.

A ilha do Príncipe possui uma biodiversidade marinha muito importante tanto para o valor científico como ecológico, além disso, o mar da ilha do Príncipe é rico em recursos  naturais. Entretanto, os problemas acima mencionado e novas práticas de pescas como por exemplo, pesca com encandeamento, granadas, arrastão estão a afugentar peixe no mar do Príncipe e a destruir essa riqueza.

Esta jornada de reflexão serviu para reflectir e analisar como usufruir os recursos haliêutico marinhos da ilha de formar sustentável.

Durante o debate, os pescadores reconheceram que tem registado na região práticas e impróprias de pescados, e mostraram sensibilidade em cooperar para mudar essa situação.  Entretanto, levantaram algumas preocupações como algumas desvantagens da prática de pesca artesanal  por causa de práticas impróprias e rendimento insuficiente de pescado para satisfazer as  suas necessidades básicas.

Com vista  nos debates e preocupações levantadas durante a jornada o presidente do Governo Regional, Tó Zé Cassandra disse que está disposto a trabalhar junto com este sector para resolver os problemas identificados.

MARAPA (Mar ambiente e pesca Artesanal)  que marcou a sua presença nesta jornada com conhecimentos teóricos sobre pescas e a importância deste sector, também mostrou toda a disponibilidade em colaborar para melhorar a situação.

De acordo com presidenteda MARAPA, Jorge Carvalho disse que existe alguns projectos em carterira  como o projecto de  transformação de peixe  em salga e secagem, despositivos de concertação de peixe, construção de um atelier de técnicas de contrução e reparação de embarcação denominada Prao, projecto de segurança no mar por causa dos acidentes que se verifica no mar e formações a pescadores  no domínio de  utilização GPS e bússolas. Carvalho avançou ainda que alguns destes projectos já estão em curso e outros irão realizar posteriormente.

No final da jornada  saíram algumas recomendações como apoio e formação aos pescadores e palaêis, melhorar a pesca artesanal na região,  promover espírito de associativismo, construir novos modelos de pescas no Príncipe e organização social dos pescadores.

Foto: Plácida Lopes
Texto: Plácida Lopes
Governo Regional do Príncipe – GRP
Assessoria de Comunicação Social
(239) 2251 013

Sobre Placida

Jornalista
Gallery | Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s